O que é Inbound Marketing?

Saiba mais sobre esse novo tipo de Marketing que tem mudado a forma de encararmos o Marketing tradicional e digital.

O Inbound Marketing é baseado na ideia do compartilhamento e criação de conteúdos de qualidade direcionados para um público-alvo, priorizando atrair leads, conquistar a confiança e direcioná-los para o momento da venda. A ideia é que o cliente venha até a empresa, em vez de a empresa ir até ele.

Através do Inbound Marketing o consumidor chega até sua empresa via mecanismos de busca, indicações e mídias sociais. E muitas vezes, acaba mudando o processo da compra, pois a metodologia procura entender e educar o cliente que, atualmente, pesquisa ativamente na Internet sobre produtos e serviços antes de tomar decisões.

Segundo pesquisas, as técnicas de Inbound Marketing que envolvem blog, SEO e mídias sociais geram para as empresas um custo por lead geralmente 61% menor do que os leads gerados pelas técnicas mais tradicionais.

O Inbound Marketing melhora o posicionamento da sua empresa para se tornar a solução que seus clientes ideais estão procurando. Tudo isso através do desenvolvimento de uma presença online que conversa com eles e com seus interesses e necessidades específicas.

 

Vantagens do Inbound Marketing

  • Geração de Tráfego
  • Geração de Leads
  • Conversão de Leads
  • Automação de Marketing
  • E-mail Marketing
  • Links Patrocinados (Adwords, Facebook, LinkedIn)
  • Análise e Mensuração

Inbound Marketing

O “novo marketing” (Inbound Marketing) é qualquer tática de marketing que se baseia em despertar o interesse das pessoas em vez de comprá-las.

O “velho marketing” (Outbound Marketing) é qualquer tática de marketing que “empurra” produtos e/ou serviços para os clientes.

Veja algumas estatísticas abaixo sobre Inbound Marketing:

  • Inbound Marketing custa 60% mais barato do que Outbound Marketing;
  • Empresas que utilizam blogs conseguem 97% mais links apontando para seu website;
  • 275% é o ROI (retorno sobre investimento) médio produzido através de estratégias de inbound marketing.

Não entendeu? Então nós vamos explicar melhor.

Atualmente, para fazer o seu negócio dar certo é preciso investir e remodelar sua estratégia de marketing. A forma de se comunicar com as pessoas mudou e principalmente, a maneira como buscam produtos e serviços no mercado.

O Inbound Marketing é baseado na ideia do compartilhamento e criação de conteúdos de qualidade direcionados para um público-alvo, priorizando atrair leads, conquistar a confiança e direcioná-los para o momento da venda. A ideia é que o cliente venha até a empresa, em vez de a empresa ir até ele.

Através do Inbound Marketing o consumidor chega até sua empresa via mecanismos de busca, indicações e mídias sociais. E muitas vezes, acaba mudando o processo da compra, pois a metodologia procura entender e educar o cliente que, atualmente, pesquisa ativamente na Internet sobre produtos e serviços antes de tomar decisões.

Segundo pesquisas, as técnicas de Inbound Marketing que envolvem blog, SEO e mídias sociais geram para as empresas um custo por lead geralmente 61% menor do que os leads gerados pelas técnicas mais tradicionais.

O Inbound Marketing melhora o posicionamento da sua empresa para se tornar a solução que seus clientes ideais estão procurando. Tudo isso através do desenvolvimento de uma presença online que conversa com eles e com seus interesses e necessidades específicas.

Por que isso funciona?

Ao invés de depender de métodos tradicionais de marketing, cujo foco é empurrar mensagens ao seu público, como a compra de anúncios, a compra de listas de e-mail, o envio de mala direta, entre outros, através do Inbound Marketing focamos em alinhar sua estratégia de conteúdo e uma campanha completa com os interesses dos seus clientes.

A metodologia Inbound Marketing é feita em cinco etapas: atração, conversão, relacionamento, venda e análise.

Atração

Nessa primeira fase, não queremos apenas atrair qualquer pessoa para nosso site, é preciso atrair as pessoas certas. Gerar tráfego qualificado é a primeira ação a ser realizada para o sucesso do trabalho. O foco é atrair as pessoas certas, as que nós julgamos ser o público mais qualificado para se tornar um lead – e, posteriormente, um cliente feliz.

Para atrair o público certo criamos primeiramente um estudo com as personas que são seus possíveis prospects e utilizamos os meios necessários para conquistar a atenção delas.

Como pode ser feito?

  • Blog: Todo trabalho de Inbound Marketing começa com um blog produzindo conteúdo de qualidade. Não há outro meio mais correto para atrair visitantes do que um bom blog. O conteúdo trabalhado no blog deve ser baseado nas personas previamente criadas, educando elas, tirando suas dúvidas e conquistando o seu respeito e admiração.
  • Social Media: O Brasil é um dos países onde o internauta mais passa tempo em redes sociais. O Facebook é a principal rede social da atualidade, mas isso não quer dizer que ela sempre será a melhor para seu público. É preciso entender onde seu público está e interagir com eles através do tipo certo de conteúdo para cada rede.
  • SEO: O trabalho de SEO é essencial para qualquer estratégia de Inbound Marketing. O processo de pesquisa por um produto ou serviço é comum entre a maioria dos usuários na internet atualmente. Não estar posicionado nos buscadores para as palavras que seus prospects pesquisam significa perder leads diariamente.
  • Converter: sua empresa pode já ter um tráfego bom mas ainda assim não gerar muitos leads, e isso ocorre com muitas empresas atualmente. Precisamos, agora, converter esses visitantes em leads, adquirindo suas informações. É necessário ter ao menos o email do lead para iniciar o processo de conversão. Para conseguir essa informação é necessário oferecer algo em troca, como um e-book, um whitepaper, uma consultoria grátis e etc. É necessário então desenvolver algumas estratégias para qualificar esse público e conduzir os visitantes a leads.

Conversão

Uma vez que você tem um volume de visitantes em seu site, o próximo passo é fazer com que esses visitantes se tornem verdadeiramente um lead. Para isso você deve captar o email dele e o máximo de informações oferecendo algo em troca, como: ebooks, checklists, manuais, vídeos, consultorias… – de acordo com o interesse e o momento de cada persona.

Veja as principais maneiras de fazer isso acontecer:

  • Calls-To-Action: são botões ou links que tendem a incentivar os visitantes a tomarem determinadas decisões, como realizar o download de um e-book, agendar uma consultoria gratuita ou participar de algo.
  • Landing Pages: ao clicar no call-to-action o visitante será encaminhado para uma landing page. Ela é o local onde a oferta do call-to-action é finalizada, e é onde o prospect encontra o formulário a ser preenchido para realizar a ação. Dessa forma, a empresa conseguirá algumas informações do visitante para realizar um contato posterior.
  • Formulários: os formulários são encontrados nas landing pages para serem preenchidos pelos visitantes no ato da conclusão do call-to-action. Esses formulários não possuem um tamanho padronizado, pois são feitos baseados nas informações que a empresa quer colher sobre seu visitante, de forma a tentar transformá-lo em um cliente fiel.
  • E-mail: a maioria dos leads gerados por uma empresa não estão prontos para comprar ao terminar de preencher um formulário. Podemos criar e-mails para os leads gerados, entregando conteúdos relevantes que mostrem o valor do serviço ou produto oferecido.

Fechar

Pronto! Já convertemos os visitantes certos em leads, já temos a nossa principal forma de contato, o email. Agora precisamos transformar esses leads em clientes.

  • E-mail e Workflows: Se utilizamos dessas ferramentas para atrair, converter e fechar os nossos clientes é imprescindível usar essas ferramentas para encantá-los com conteúdos relevantes, que os ajudem a alcançar suas metas e, até mesmo, informar sobre novidades do mercado ou serviços e produtos.
  • Automação de Marketing: Esse processo envolve a criação de emails marketing e nutrição de leads que vão de encontro às necessidades deles e compatível com a fase do funil que cada lead está. Por exemplo: se um lead baixa um material sobre um assunto há um tempo, você pode enviar uma série de email relacionados com esse assunto.

 

Relacionamento

Manter um relacionamento com esse Lead para educá-lo, revelar uma necessidade e conduzí-lo para uma solução.

Venda

Depois de estreitar a relação com o seu Lead, é hora de fechar a venda trazida por todas ações de marketing digital e transformá-lo em seu cliente.

Analisar

Para que todo esse processo continue caminhando, é preciso analisar cada etapa anterior e investir no que funciona e ajustar o que for necessário.

Pense um pouco. Ao invés de agrupar diversos de aplicativos menores de marketing e menos eficientes, por que não confiar o seu marketing à plataforma completa que a ASB – Inbound Marketing trabalha?

 

Gostou do nosso conteúdo?

Entre em contato com o nosso time de especialistas e saiba como o Inbound Marketing e sites focados em conversão podem melhorar as suas vendas, trazendo visitantes qualificados, mais leads e gerando mais conversões. Em breve nossa equipe entrará em contato sem compromisso ou custo algum e você mudará a sua visão do Marketing Digital.