Automação de Marketing

07

setembro

0 Comentário

Automação de Marketing X E-mail Marketing

App Studio Brasil Automação de marketing

Automação de marketing

Muitos confundem a Automação de Marketing com o e-mail marketing. Apesar de ambas serem técnicas que utilizam o e-mail e visam aumentar a conversão de vendas, elas não significam a mesma coisa. Tem dúvidas sobre o assunto? Então aproveite para esclarecê-las agora! Preparamos esse texto para mostrar como são diferentes e quando cada uma deve ser utilizada. Boa leitura.

Do que se trata o e-mail marketing?

O e-mail marketing é ideal para se relacionar com seus atuais e futuros consumidores, os chamados leads. No caso dos clientes da empresa, as informações enviadas pelo e-mail marketing podem visar um retorno de quem já comprou, mas que pode se interessar em adquirir novamente o produto ou serviço.

No caso dos leads, o e-mail marketing é uma boa ferramenta para fornecer informações sobre os produtos e serviços oferecidos, nutrindo aquele contato para que ele possa tomar uma decisão de compra em um futuro breve.

Para uma campanha eficiente, é importante fazer uma segmentação do público e dos correios eletrônicos enviados. Existe uma diferença entre os que são enviados para clientes atuais dos que são remetidos para os futuros compradores. O e-mail marketing é uma ferramenta excelente, mas seu problema surge quando o volume de envios cresce e se torna cada vez mais inviável realizar a segmentação e o envio de forma eficiente.

Quais são as vantagens da automação de marketing?

App Studio Brasil Vantagens da Automação de marketing

Vantagens da Automação de Marketing

 

A automação proporciona o envio de e-mails de maneira eficiente para uma base de contatos grande, permitindo a segmentação e a agilidade desejadas de forma automática.

Por exemplo, um indivíduo acessa uma página onde se cadastra para baixar um e-book de uma empresa que oferece consultoria financeira. Ele acaba de dar o primeiro passo para se tornar um cliente e a companhia enviará informações para que ele se torne um. Esses materiais serão selecionados considerando os dados pessoais e o estágio no funil de vendas. Conforme recebe as informações, esse contato poderá começar a se interessar mais pelos serviços daquela organização, enquanto que o conteúdo que lhe é enviado evolui, tornando-se mais focado em valores e promoções, induzindo o potencial consumidor a tomar sua decisão de compra.

Na automação, cada etapa de envios é pré-definida conforme os acessos que aquele lead executa – quais páginas ele acessa, em quais links ele clica, por quais conteúdos ele demonstra interesse, etc. Um fluxo bem planejado torna o processo muito mais eficaz e independe de uma equipe para definir os envios para cada cliente, economizando tempo e dinheiro.

Qual é o tipo ideal para sua empresa?

Como vimos, a automação e o e-mail marketing não são a mesma coisa, mas são estratégias que podem ser complementares. Se a sua empresa tem uma quantidade de leads muito grande, com certeza a automação é mais indicada, pois permite mais agilidade e bons resultados na hora da nutrir esse público com informações. Porém, se a sua empresa ainda possui uma quantidade de leads reduzida, uma estratégia de e-mail marketing pode ser muito eficaz. Ela também é eficiente como método de fidelização para aqueles que já são clientes, trabalhando em conjunto com uma estratégia de automação.

E então, gostou do texto? Agora queremos ouvir suas experiências ou dúvidas sobre a automação de marketing e o e-mail marketing! Deixe seu comentário!